DICAS DE SAÚDE

 

Fratura do dente, o que fazer?

O que fazer em caso de avulsão (quando o dente sair por inteiro da boca) após um acidente?

Havendo calma, lave-o tente recolocá-lo (se for dente permanente); se Não conseguir, coloque-o em um copo com soro fisiológico, leite ou água filtrada, ou entre os outros dentes e bochecha.

O que fazer quando ocorre fratura do dente?

Leve o fragmento dentário até o dentista, de maneira tal que esteja hidratado, como foi mencionado acima. Vale lembrar que, quanto mais rápido, maior possibilidade de se conseguirem resultados possibilidade de se conseguirem resultados positivos no tratamento a ser realizado.

Quando houver trauma no dente-de-leite e este sair com uma pancada, o que devo fazer?

O dente-de-leite não deve ser recolocado na boca, como no caso do permanente. Isso porque no caso do dente-de-leite, o germe do dente permanente está em baixo da raiz do de leite, o que poderá causar algum dano ao permanente.

Quais as conseqüências de um trauma em dente-de-leite ou em dente permanente?

Dependendo do tipo e da intensidade do trauma dental, da idade do paciente e do tempo ocorrido até o primeiro atendimento, as conseqüências podem ser leves ou podendo inclusive levar á perda do elemento dental.
Um trauma dental pode ocasionar muitas seqüelas, tais como: mobilidade dentária, podendo alterar a posição do dente na arcada; quadros dolorosos; alteração na cor do dente afetado; sensibilidade do dente traumatizado durante a mastigação e; no dente-de-leite, ainda pode haver transtornos no desenvolvimento do dente permanente. Cada caso requer um tratamento específico.

Como agir frente a um traumatismo dento-alveolar?

Após o socorro inicial, no que diz respeito ao dente em si, deve-se procurar o dentista rapidamente, sempre atento para informar: ONDE ocorreu o trama ( é importante relatar o local, para que o dentista possa tomar algumas decisões, com, por exemplo, se há necessidade de prescrever a vacina antitetânica ou não) COMO ocorreu o trauma (o tempo ocorrido é de suma importância, pois determina o plano de tratamento mais coerente), fornecendo ao cirurgião-dentista as informações necessárias para que sejam tomadas as devidas providências.

Quando o trauma for na cabeça, além dos dentes, o que mais deve ser observado?

Além de procurar cuidados médicos, deve ser observado se existem sinais de sonolência excessiva, vômitos persistentes, fala enrolada, convulsões e deve-se acordar a vítima de 3 em 3 horas.
Frente a um trauma a primeira condição é ter calma. Não se deve esquecer da ajuda do profissional, a fim de oferecer um correto diagnostico para o devido tratamento.